História e Reconhecimentos

Desde que começou a ser desenvolvida, a Mobis já passou por várias etapas. Separamos um pouco dessa história, para explicar melhor como chegamos até aqui.

 

História

Primeiros estudos e Praxis

Depois de passar os primeiros anos de sua carreira entre o setor privado e o terceiro setor, a associada-fundadora da Mobis, Diana Gerbase, começou um Mestrado na Columbia University para se dedicar a um desejo de longa data: ver educação para a cidadania sendo ensinada em escolas brasileiras. Em 2015, captou recursos com o Davis Projects for Peace, o Institute for Latin American Studies e o AC4 | The Earth Institute para desenvolver o projeto piloto sob o nome de Praxis.

Projeto Piloto e Columbia Startup Lab

A Mobis foi à sala de aula pela primeira vez em 2015 na Escola Estadual Florinda Tubino Sampaio em Porto Alegre. O projeto piloto foi realizado em conjunto com as professoras Soraia Bertin e Alexandra Coda e envolveu 104 estudantes de Ensino Médio. 89% dos participantes classificaram o programa como bom ou muito bom. Esse e outros resultados positivos ajudaram a Mobis, na época chamada Praxis, a dar o próximos passos e a ser selecionada para incubação no Columbia Startup Lab, em Nova York, em 2016.

Estruturação legal

A partir de março de 2017, o objetivo  passou a ser o de estruturar uma organização que, enquanto mantivesse a qualidade do ensino e a isenção político-partidária, fosse capaz de ganhar escala. Bruno Paim, Melissa Telles Barufi, Ana Luiza Ferrão Cardoso e Chico Baldini se juntaram à causa e a Mobis foi formalmente fundada como uma associação sem fins lucrativos em agosto 2017. No mesmo ano, a Mobis passou a fazer parte do Tecnopuc Startups da PUCRS. 

Lançamento e Crowdfunding

Em novembro de 2017, a Mobis foi lançada oficialmente junto a uma campanha de financiamento coletivo. A campanha bateu a sua primeira meta de arrecadação. Foram estabelecidas as bases para o crescimento e para o aumento da equipe executiva da Mobis.

Estruturação da equipe

Iniciando o ano com apenas duas voluntárias, em 2018 a Mobis cresceu e estruturou uma equipe sólida e estável. Com mais integrantes, conseguimos pesquisar e desenvolver novos projetos, além de criarmos uma nova experiência de aprendizagem, o Ágora. Facilitamos esta experiência de aprendizagem em diferentes escolas e começamos a estudar formas de ampliar sua distribuição.  

Em 2019, o foco da Mobis tem sido o estabelecimento de parcerias e a execução de projetos que permitam a expansão do impacto e a manutenção da sustentabilidade da organização.

 

Lançamos uma campanha de financiamento coletivo recorrente, que já engajou mais de 100 apoiadores mensais, garantindo uma maior estabilidade financeira. Além disso, fechamos duas parcerias importantes, com a Up for Good e com a Gang, que nos permitiram captar recursos para a execução de nosso novo programa, o Multiplicadores da Cidadania.

 

Até o final do ano, uma turma de mais de 20 educadores estará formada para atuar dentro do programa, o que permitirá que a educação para a cidadania seja levada a um número continuamente maior de estudantes brasileiros!

Expansão do Impacto e Sustentabilidade

 

Reconhecimentos

2015

ilas-logo new white.jpg

O Institute for Latin American Studies (ILAS) é o centro de pesquisa, ensino e discussão de questões relacionadas à América Latina da Columbia University. A Mobis, na época Praxis, recebeu uma bolsa de pesquisa do ILAS para seu projeto piloto.

2015

Em 2015, a Mobis ganhou um edital de US$ 10 mil da Fundação Davis Projects for Peace. Esta financia projetos que promovam a paz, entre eles, o estimulo à democracia e ao engajamento cívico, focos da Mobis.

2015

AC4 Logo 2014.jpg

O AC4, Advanced Consortium on Cooperation, Conflict, and Complexity, é um instituto de pesquisa multidisciplinar que tem como objetivo entender problemas globais complexos. A Mobis recebeu apoio financeiro para seu projeto piloto.

2016

instituto ling quadrado.jpg

Em 2016, a Mobis passou pelo Columbia Startup Lab, a incubadora de novos negócios da Columbia University em Nova York. Além de subsídio, a incubadora provê assessoria, coaching e networking com o ambiente empreendedor.

2017

Logo-IEE-color-web.png

O Instituto de Estudos Empresariais lançou, dentro do Fórum da Liberdade, a primeira Unconference, um espaço exposição de negócios de impacto e troca de ideias. Dentre diversas iniciativas inscritas, a Mobis foi selecionada.

2017

instituto ling quadrado.jpg

A Mobis foi selecionada para a maratona de pitchs que aconteceu durante o seminário Empreendedorismo 360o - Cases, Ideias e Oportunidades promovido pelo Instituto Ling em parceria com a Endeavor. 

2017

fundaçao_maurício_sirotski.png

A Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho lançou em 2017 o Mapa de Boas Práticas na Educação. A Mobis foi selecionada como uma das boas práticas e tem recebido apoio da Fundação em treinamentos e na participação em eventos na área de educação.

2017

instituto ling quadrado.jpg

Em 2017, a Mobis foi aceita para o programa de desenvolvimento de startups do Tecnopuc, da PUCRS. O programa garante constante acompanhamento e interação próxima com o ensino e a pesquisa universitária.

2018

inovativa-1200x675.jpg

A Mobis foi uma das 6 organizações selecionadas em todo Brasil para o InovAtiva Cívico, programa inédito que apoia organizações de impacto cívico. Fomos para São Paulo fazer nosso pitch e ficamos entre os três projetos de destaque da primeira edição programa.

2019

A fundadora e atual presidente do Conselho da Mobis, Diana Engel Gerbase, foi reconhecida como uma das mulheres inspiradoras, no Prêmio Donna, promovido pela Revista Zero Hora. Tal reconhecimento deveu-se em grande parte ao seu trabalho para empreender e construir a Mobis.

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

  ® 2019 Mobis.